fechar

MSN Repórter

O Vooz quer escrever notícias para você e por isso abriu o canal Repórter Vooz onde você entra em contato diretamente com nossa equipe por MSN e participa do Vooz.

  • Sugira assuntos e enquetes;
  • Envie matérias;
  • Complemente com informações, fotos ou vídeos;
  • Tire dúvidas;
  • Tenha seu nome na equipe do Vooz e ganhe visibilidade no mercado;

msn@vooz.com.br


Hungu de Gilberto Gil inspira debate

Atualizada em 13/04/2012 às 18h08


Passeando pelas letras de Luanda, a procura de notícias, deparei-me com a chamada: “Hungu de Gilberto Gil inspira debate”. Pensei, logo o que seria Hungu. Matou-me a curiosidade a matéria, dizia-me assim: “Trata-se de um instrumento de corda de origem angolana, também conhecido como berimbau de peito em Portugal, hungu em Angola e em grande parte do continente africano. Em Angola, também é conhecido por m’bolumbumba, e é utilizado entre os quimbundos, ovambos, nyanekas, humbis e khoisan”.
A rapaziada da redação do jornal de Angola desfiou conhecimento sobre o Brasil musical, do som do berimbau na música de Gilberto Gil, e da intimidade do ministro, orgulho de África, com Marley, Cliff and Hendrix.
Quando a África fala do Brasil é como se falasse de um filho, que lhe deixou para viver em diáspora sangrenta, mas que hoje revela toda a milenar cultura yorubá e cultiva o seu panteão de deuses, tão ou mais nobres que os dos gregos. Falo de candomblé, candomblé, de Omulu, de Xangô, de Obaluê e de Ogum.
Vejamos o link:

http://www.opais.net/pt/opais/?det=26271&id=1787&mid=293



Fonte: O PAIS (Angola)



Keywords: Brasil, Angola, gil, berimbau



O que você achou dessa notícia?

Avalie aqui:

Média de avaliações

0 votos
Deixe seu comentário:
Deixe seu comentário pelo facebook
Deixe seu comentário

O comentario não pode ser vazio.


O nome não pode ser vazio.


O email não pode ser vazio.

O Estado não pode ser vazio.

A cidade não pode ser vazia.
Envie essa notícia para um amigo:
Envie essa notícia para um amigo


Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas

Informe o seu nome

Informe o seu endereço de e-mail

O comentario não pode ser vazio.
Comunicar erro na notícia:
Comunicar erro na notícia


Informe o seu nome

O email não pode ser vazio.

Descreva o que há de errado com esta notícia

0 comentários, 0 respostas